segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

E o Ano Letivo de 2010 está chegando ao fim...



Homenagem aos alunos do 5 Ano, que estão finalizando os estudos em nossa escola: Amizade é uma palavra pequenininha © Letícia Thompson

Amizade é uma palavra pequenininha mas que nunca vem sozinha. Ela dá sempre a mão com o: conta comigo, estou aqui, se precisar, me chame, estou feliz por você, torço por você, se precisar de um ombro, tenho dois, penso em você, gosto de você estou te ouvindo, não te esqueço, mesmo se não nos falamos todos os dias... Amizade é esse amor misterioso e gostoso do coração dividido e unificado ao mesmo tempo. Quem pode entender que o coração possa amar tanto e tantos? O coração de um amigo é um mapa mundi onde cada um se encontra em algum lugar, mas todos fazem parte do mesmo globo. Diferentes, especiais e importantes, cada um a sua maneira. E são nas diferenças que nos completamos, nas desavenças que aprendemos o perdão, a paciência e a humildade. Ser amigo é saber aceitar que os outros não sejam iguais à gente, mas que os seus valores podem enriquecer ainda mais os que temos e amá-los apesar das diferenças, como se ama uma rosa com espinhos, mas não menos bela. Sozinho não é quem não tem ninguém; sozinho é quem não tem um amigo. Pouco importa saber em que parte do mundo nossos amigos se encontram se podemos sentir na alma que dentro de nós e dentro deles há um espaço reservado que nada mais poderá preencher. Amizade, doce amizade... se somos dois, unidos seremos um elo forte; se somos muitos, seremos uma corrente que nada poderá vencer. Muito sucesso em suas vidas! Feliz Natal! São os votos de seus amigos da Escola Municipal Evaldo Koehler.

Leitura pelo aluno Gustavo Otto - 4'Ano.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Encontro das Escolas Rurais de Pirabeiraba

No dia 27 de novembro, das 9:00 às 12:00 participamos do Encontro das Escolas Rurais de Pirabeiraba. Parabéns a todos os participantes!


Pais, professores e alunos representando nossa escola na Feira.


Vista panorâmica do nosso estande nos preparativos finais.


Agora tudo pronto!


Vista geral da feira.


Matheus e Victor explicam aos visitantes a experiência da metamorfose dos anfíbios.


Os alunos Lucas e Victória e o Projeto Conhecendo Santa Catarina.


Aluno Gustavo explica sobre Atividade de Leitura sobre Seres Mitológicos.


Aluna Elena comenta como trabalharam com sucata no Projeto Amigos do Mar.


Aluna Elena, da Educação Infantil, faz contação de história de Bia Bedran: Macaquinho, com participação de alunos das demais séries.


Muitos pais, alunos, amigos e colabotradores prestigiaram o evento.


Rua do lazer também foi atração para a criançada.


Júlia, Victória e Elena pulando amarelinha.


Galpão utilizado para a feira.


Estande da Escola Agrícola.



Muitas idéias e sugestões foram trocadas entre os professores.

PARABÉNS A TODOS!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Projeto: Metamorfose dos anfíbios

Coletamos informações, por meio de observação direta, experimentação, desenhos e textos infomativos; e relatamos a experiência vivida como um diário, fazendo as colocações pertinentes.

Etapas: Coleta de anfíbios no riozinho, por um aluno voluntário e sua mãe; Observação das etapas de transformação desses animais, dia-a-dia, relatando suas expectativas e averiguações num fichário, ilustrando-os.

Produto final: Reconhecer que alguns animais sofrem transformações ao longo da vida, dentre eles, os anfíbios. Construção de relatório com linguagem científica.

Fragmentos dos Relatórios

Data: 14/09/2010 Horário: 8:30h
Ontem o Matheus trouxe seis girinos bem grandes. Hoje, quando fomos olhar e medir, percebemos que estavam mortos. Concluímos que foi por causa do cloro da água da torneira. (Henrique – 5º Ano)\



Data: 15/09/2010 Horário: 8:30h
O aluno Fabrício do 3º Ano trouxe 16 girinos bem pequenininhos. Fomos observar e percebemos que estavam todos vivos. Junto com os girinos tinha uma baratinha d'água e um alevino. O maior girino media quase 1cm e o menor 0,5cm. O Matheus trouxe água de uma nascente, sem cloro. Colocamos o pote debaixo do orquidário. (Emanoele - 5º Ano)




Data: 17/09/2010 Horário: 8:00h
Observei que dois girinos já tinham perninhas, mas os outros catorze não tinham, também vi um grilo e a baratinha d'água. (Victória Alexandra - 5º Ano)

Dois girinos tinham perninhas e já dava para ver os dedinhos das patas traseiras deles e os outros nem dava para ver os pés. (Victória Amanda - 4º Ano)



Data: 20/09/201 Horário: 7:50h
Hoje vi onze girinos com perninhas traseiras. O pote estava cheio de sujeira e entrou muitos insetos e minhocas e até uma lesma do lado de fora. Acredito que mais alguns dias possamos ver os bracinhos. (Andréia - 4º Ano)

Data: 22/09/2010 Horário: 8:15h Não houve muita mudança nesses dias. Um girino já está crescendo os dedinhos. O alevino ainda está vivo. A baratinha desapareceu e parece que a água já tem pouco oxigênio. (Lucas - 5º Ano)



Data: 24/09/2010 Horário: 8:00h
Lá no fundo do pátio da escola, embaixo do orquidário, ficam os nossos girinos e hoje, quando fomos vê-los, tinha um camundongo morto lá dentro. A professora tirou com uma enxada e enrolou num jornal para descarte.Eu vi um girino bem grande. (Kelvyn - 4º Ano)

Data: 27/09/2010 Horário: 9:00h
Quando vimos os girinos concluímos que quase todos estavam mortos e havia apenas três vivos. Não sabemos se foi o camundongo ou a troca da água que os matou. Entendi que é por isso que as fêmeas produzem tantos ovos, porque poucos sobrevivem. Agora há uma segunda minhoca no pote. (Gustavo - 4º Ano)



Data: 30/09/2010 Horário: 10:50h
Hoje nós fomos observar os girinos, mas não deu para ver nada porque algumas crianças do Pré jogaram barro e pedras, então a água ficou turva. (Victor – 5º Ano)

Data: 05/10/2010 Horário: 08:20h
Quando chegamos no orquidário, notamos que o pote estava cheio de água e a professora jogou um pouco da água fora para então vermos os girinos. Tinha 2 girinos com as perninhas, sendo que um deles tinha ainda o rabinho bem comprido. O fundo do pote estava cheio de minhocas, o alevino ainda estava vivo e a baratinha e o grilo nunca mais vimos.Decidimos trocar o pote de lugar, agora está bem pertinho do muro, ao lado da nossa sala de aula. (Edna – 5º Ano)

Data: 13/10/2010 Horário: 08:20h Hoje a água estava muito turva, mesmo assim descobrimos que apenas um girino ainda está vivo. O Matheus vai trazer mais água da nascente para melhorar a observação da nossa pesquisa. (Letícia - 4º Ano)

Data: 18/10/2010 Horário: 08:00h
Quando fomos verificar o único girino sobrevivente, achamos que ele tinha virado um grande sapo. Só quando chegamos pertinho é que vimos que tinha pulado um sapo adulto no pote. Eu tirei o sapo, então notamos que nosso girino já tem dedinhos nas patas traseiras e dianteiras. (Matheus – 5º Ano)

Data: 20/10/2010 Horário: 08:15h
Vimos que o girino está virando sapo, mas parece que diminuiu em vez de crescer. O rabo quebrou e seus ossos estão fortes. (Shaimon – 5º Ano)

Quando fomos observar o nosso anfíbio por um momento pensamos que ele estava morto. O Gustavo mexeu na água com a régua e deu para ver que ele estava vivo, já com pernas, braços e os dedos nas mãos e nos pés. (Gabriel – 5º Ano)



Data: 22/10/2010 Horário: 08:15h Hoje quando fomos ver o anfíbio, ele tinha virado um sapinho com listras brancas e pretas, só que ele já tava morto. (Kelvyn – 4º Ano)

Observamos que o girino estava morto, mas não sabemos porque ele morreu. A professora Magalí pegou ele com a régua e o colocou em uma folha para medirmos seu tamanho. O alevino não está mais dentro do pote. (Emanoele – 5º Ano)

Hoje foi o final da nossa experiência, pois nosso girino infelizmente morreu. Com as pernas e os braços tinha 2 cm, já tinha virado sapo e não era grande, e sim uma perereca muito pequena. (Gabriel – 5º Ano)

Observamos que no pátio da escola apareceram centenas dessas pequenas pererecas, até nas salas de aula já foram encontradas, assim pudemos registrar um desses animais vivos, enquanto as crianças tentavam devolvê-la ao jardim. (Professsora Magalí Venturi Otto)










A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original. Albert Einstein

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Resultado Processo Seletivo EAMCHF 2010/2011

Segue abaixo o nome dos aprovados do processo seletivo da
Escola Agrícola Municipal Carlos Heins Funke:

Emanoele Cassiane de Lima
Gabriel Luiz Silva
Victor Alex Lach
Victoria Alexandra Lach
Matheus Wolles (filho de agricultor)




PARABÉNS!
MUITO SUCESSO, ALEGRIA, DISCIPLINA E DETERMINAÇÃO EM SUA NOVA ESCOLA!
VOCÊS DEIXARÃO SAUDADES!

ABRAÇOS!

SÃO OS SINCEROS VOTOS DE TODOS OS PROFESSORES, FUNCIONÁRIOS E AMIGOS DA NOSSA ESCOLA!


quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Projeto Piava nas Escolas

Vem chegando o verão...... e todo cuidado é pouco!

Recebemos em nossa escola a visita de Milton Farikoski,Coordenador de Prevenção da Defesa Civil de Joinville, de Maria Helena Ziegler e Pedro Miguel Rosa, voluntários do Núcleo de Defesa Civil, para a Abertura do Ciclo de Palestras sobre "Prevenção de acidentes e afogamentos no verão em água doce" que acontecerão nas escolas próximas de rios, em Joinville.


Voluntários visitam locais de banho para alertas de prevenção e agora, fazem esse trabalho também nas escolas.


Jamais tente salvar alguém entrando na água!



Senhor Pedro demonstra uso de bola, rede e corda como salva-vidas. Levar esse equipamento nos piqueques é outra dica muito importante.









Senhora Maria Helena explica situações de perigo em brincadeiras na água.


Outra dica muito importante: uso de sacolas plásticas para recolher o lixo que cada família produz na beira dos rios.


Voluntários e alunos do 4 e 5 Ano.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Nosso Orquidário

Brindando com flores de diferentes espécies, nosso orquidário dá as boas vindas a primavera!






quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Projeto amigos do mar


A turma da educação infantil ficou curiosa para saber mais sobre a vida no mar após a leitura do livro "sons da selva - oceano" de Maurice Pledger. Começaram a surgir questões como: qual o maior animal que vive no mar?, o que os peixes comem?; peixe dorme?; tartaruga faz xixi?; o que as tartarugas comem? A partir dessas questões iniciamos a pesquisa sobre os moradores do mar. Fizermos pesquisas sobre alguns animais marinhos e suas características. Elaboramos textos coletivos relatando o que foi descoberto, o que mais gostaram e como devemos respeitar o mar para não prejudicar os animais que moram lá. No final do projeto foi montado um mural "aquário" com algumas atividades realizadas pela turma e que recebeu o nome de "Amigos do Mar". Essa atividades foram elaboradas com sucata e muita criatividade.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Projeto: Nascendo de Sementes

Os alunos do 3º Ano, juntamente com a professora Cristiane, desenvolveram nas aulas de Ciências um projeto muito interessante. Plantaram nos canteiros da escola diversos tipos de sementes e ao longo das semanas foram anotando as observações. No canteiro em frente a escola: girassóis, nas laterias: milho, e na horta semeamos beterraba, pepino, brócolis e salsinha que serão usados na preparação de nossa merenda escolar.







sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Coisas do Nosso Folclore



O gira-gira é confeccionado com tiras coloridas de papel crepon, barbante e jornal. Fácil de fazer e muito divertido. Essa oficina foi organizada pelas professoras Cristiane e Magalí, com alunos do 1 ao 5 Ano.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Um Dedo de Prosa Sobre o Jazz


Música na escola

PROJETO UM DEDO DE PROSA SOBRE O JAZZ LEVA A ARTE PARA ESCOLAS DA ÁREA RURAL DE JOINVILLE

Era uma sexta-feira de sol com clima agradável, e o som era jazz. Mais de 50 pares de olhos e ouvidos atentos àquilo que o moço com o instrumento estranho falava e ao que os três amigos dele tocavam. A cada nova música, reações distintas, desde carinhas de aprovação a narizes torcidos para a melodia. O som do jazz, pouco conhecido entre os espectadores, logo encheu o espaço e se fez presente em músicas antigas como Atirei o Pau no Gato.

Tudo isso aconteceu na Escola Evaldo Koehler, no distrito de Pirabeirada, em Joinville, para cerca de 50 crianças e alguns pais. Eles assistiram a mais uma apresentação do projeto musical Um Dedo de Prosa Sobre Jazz, dos músicos Gledison Zabote (saxofone) – o moço do instrumento estranho – Michel Falcão (baixo), Judson Teixeira (guitarra acústica) e Carlos Floriani (bateria), do quarteto Dedo de Prosa.

Com explicações sobre os instrumentos, conversas sobre música em geral e muito som, eles cumpriram mais uma etapa, das 33 previstas para ocorrer em escolas pública da área rural e distantes do Centro da cidade. A iniciativa foi aprovada no Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura, em 2009, e passa por escolas públicas para conversar com as crianças, mostrar os instrumentos musicais e fazer música.

Para Gledison, em cada escola o projeto se desenvolve de maneira diferente. “Depende do ritmo das crianças, mas sempre tentamos interagir com elas, explicar os instrumentos. Esse projeto é uma maneira de levar a música instrumental para regiões distantes. Em alguns lugares, as crianças nunca tinham visto um saxofone”, conta surpreso o artista.

O quarteto decidiu montar o programa pensando em encontrar espaço para a música instrumental que fazem e aproveitar para formar um público admirador desse gênero.

As apresentações são sempre às sextas-feiras à tarde e levam de 30 a 40 minutos, dependendo da animação da plateia. Em Pirabeirada, os músicos levaram 45 minutos.

Durante a conversa, Gledison perguntou às crianças quem sabia o que era improviso. Gustavo Otto, nove anos, do 4° ano, respondeu: “É o que é feito na hora”. O garoto adora música, costuma ouvir em casa e tenta se informar sobre o assunto. “Eu gosto e escuto em casa. Não sei se meus pais gostam, mas eu gosto, sim”, reforça.

Pouco depois, enquanto Judson explicava o que era guitarra semi-acústica, Gabriel Lucas Dunke, seis anos, aluno do 1° ano, fez questão de dizer que tinha um violão em casa e que precisava aprender a tocar. “Eu tenho o violão, sei mexer, mas tenho que aprender a tocar as músicas”, conta. Gabriel gosta mais da guitarra e quando crescer quer comprar uma. “Vou aprender a tocar e ter uma”, garantiu.

A diretora da escola, Eugênia Helena D’Ávila de Borba, estava feliz com a visita dos músicos e acredita que esse tipo de iniciativa pode ajudar a desenvolver o gosto dos pequenos pela música, além de oferecer uma oportunidade para que eles conheçam o gênero. “Isso contribui na formação das crianças e ajuda a formar adultos mais sensíveis”, acredita.

O projeto começou em maio e deve terminar em novembro. Quinze apresentações já foram feitas em escolas rurais e de áreas distantes de Joinville. Saiba mais sobre o trabalho do quarteto em quartetodedodeprosa.wordpress.com.

Fonte: Jornal A Notícia
Anexo - 23/08/2010

Créditos:
GABRIELA ZIMMERMANN - texto (gabriela.zimmermann@an.com.br)
JESSÉ GIOTTI - foto

sábado, 17 de julho de 2010

1ª Gincana Escolar

Para encerrar o primeiro semestre de 2010, nossos alunos participaram da 1ª Gincana Escolar Cultural e Esportiva, com atividades que envolveram toda a comunidade.
As turmas foram divididas em 3 equipes, com uma professora responsável e foi entregue uma lista de tarefas:

CORRIDA DO OVO
BRINCADEIRAS COM BOLA
BOLICHE COM PET
CIRCUITO FECHADO
MONTAR UM PERSONAGEM
DANÇA DA LARANJA
ACERTE A CESTA
CANTAR UMA MUSICA SERTANEJA
DECLAMAR UMA POESIA
TORCIDA ORGANIZADA (GRITO DE GUERRA)
BANDEIRA E POMPOM
DANÇA DA CADEIRA
PESSOA PRENDADA E SUA PRENDA
PESSOA MAIS IDOSA
ADULTO MAIS ALTO
CORRIDA DO SACO
PEGAR MAÇÃ SEM USAR AS MÃOS
LIVRO MAIS ANTIGO
BOLETIM ESCOLAR MAIS ANTIGO

Pena que, devido a chuva, algumas atividades não puderam ser realizadas e muitos alunos faltaram.

Ao final houve a premiação com entrega de medalhas a todos os participantes.

Eis o resultado final:

1º lugar: Equipe Branca - professora Cristiane
2º lugar: Equipe Azul - professora Misore Elena
3º lugar: Equipe Laranja - professora Magalí

Parabéns a todos!

Boas Férias! Até 02 de agosto.


quinta-feira, 1 de julho de 2010

Zoobotânico

Aula de campo no Zoobotânico

Nós fomos ao Zoobotânico no dia 25 de junho, a tarde.
Chegamos animados para ver os bichos. Logo na entrada vimos capivaras, marrecos, jacaré, tartarugas, a ema, o furão, porquinhos da índia e a irara.
Também vimos as aves: coruja, papagaio, arara, tucano, gavião e passarinhos.
No meio do lago existe uma ilha onde vivem muitos macacos. Eles ficam se pendurando na corda e comem frutas.
Fizemos lanche no quiosque perto do lago. Comemos bolacha de aveia e mel, nega maluca e tomamos refrigerante.
Depois alimentamos os peixes, patos e marrecos com pedacinhos de bolacha.
No parquinho nós brincamos no escorregador, na balança, gangorra, no túnel, de escalada e de bombeiro.
Antes de irmos embora vimos os macaquinhos e a cobra jibóia.

Texto coletivo produzido pelo 2º Ano - Professora Magalí

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Copa 2010 - Torcendo pelo Brasil

MEU BRASIL DOS GRANDES CRAQUES,
DO OIAPOQUE AO CHUÍ
BRILHANDO DO SUL DA ÁFRICA
VOCÊS FAZEM GOLS POR LÁ
QUE NÓS TORCEMOS DAQUI!


Estamos todos torcendo pelo nosso time...

Dá-lhe Brasil!

sábado, 12 de junho de 2010

Nosso Arraiá

Com participação de toda a comunidade, nossa Festa Junina foi um sucesso!
Só faltou a apresentação de nossa Quadrilha, devido a chuva...

Mas teve pinhão, pipoca, refri, espetinho, maçã do amor, cachorro quente, bolo, cuca, maria mole, pescaria, jogo da argola e bazar.

Muito obrigada aos alunos, aos pais, amigos da escola, comerciantes e empresários, que tornaram esse dia possível.